Cookies must be enabled to use this web application.

To allow this site to use cookies, use the steps that apply to your browser below. If your browser is not listed below, or if you have any questions regarding this site, please contact us.

Microsoft Internet Explorer
  • 1. Select "Internet Options" from the Tools menu.
  • 2. Click on the "Privacy" tab.
  • 3. Click the "Default" button.
  • 4. Click "OK" to save changes.
Chrome Chrome
  • 1. Click the "Spanner" icon in the top right of the browser.
  • 2. Click Options and change to the "Under the Hood" tab.
  • 3. Scroll down until you see "Cookie settings:".
  • 4. Set this to "Allow all cookies".
Firefox Firefox
  • 1. Go to the "Tools" menu and select "Options".
  • 2. Click the "Privacy" icon on the top of the window.
  • 3. Click on the "Cookies" tab.
  • 4. Check the box corresponding to "Allow sites to set Cookies.
  • 5. Click "OK" to save changes.
Opera Opera
  • 1. Click on the "Tools" menu and then click Preferences.
  • 2. Change to the Advanced tab, and to the cookie section.
  • 3. Select "Accept cookies only from the site I visit" or "Accept cookies".
  • 4. Ensure "Delete new cookies when exiting Opera" is not ticked.
  • 5. Click OK.
Netscape and Mozilla Suite Netscape and Mozilla Suite
  • 1. Select "Preferences" from the Edit menu.
  • 2. Click on the arrow next to "Privacy & Security".
  • 3. Under "Privacy & Security" select "Cookies".
  • 4. Select "Enable all cookies".
  • 5. Click "OK" to save changes.
Safari Safari
  • 1. Click on the "Cog" icon in Safari.
  • 2. Click Preferences.
  • 3. Change to the Security tab.
  • 4. Select "Only from sites I visit" or "Allow".
  • 5. Close the dialog using the cross.
Book Image Not Available Book Image Not Available
Book details
  • Genre:PHILOSOPHY
  • SubGenre:Aesthetics
  • Language:Portuguese
  • Series title:YMAGO ensaios breves
  • Series Number:5
  • Pages:14
  • eBook ISBN:9789899892415

A política da ficção

by Jacques Rancière

Book Image Not Available Book Image Not Available
Overview
A política da ficção procura examinar a partir da experiência literária do realismo a disrupção estética que internamente a perturba. Os efeitos de real são tomados como excessos descritivos mas também como elementos supérfluos e inúteis onde se jogam falsas evidências e contra-interpretações do significado literário. Trata-se de questionar o teor político do excesso «realista» para além da lógica clássica da representação e compreender uma nova relação do sensível como testemunho de um mundo alternativo que não se subordina à coerência narrativa.
Description
A política da ficção procura examinar a partir da experiência literária do realismo a disrupção estética que internamente a perturba. Os efeitos de real são tomados como excessos descritivos mas também como elementos supérfluos e inúteis onde se jogam falsas evidências e contra-interpretações do significado literário. Trata-se de questionar o teor político do excesso «realista» para além da lógica clássica da representação e compreender uma nova experiência do sensível como testemunho de um mundo alternativo que não se subordina à coerência narrativa. Ao interpretar os aspectos descritivos do romance realista, Jacques Rancière mostra como esses elementos de excesso, que atestam a ordem verosímil do real, ou a lógica da acção e do relato, rompem com a evidência da estrutura narrativa e a singularidade do mero pormenor. A ficção ao designar uma certa composição de elementos e acontecimentos abre-se também a diferentes capacidades da experiência sensível. Ao considerar a «ociosidade» e a «insignificância» da coisa vulgar, ela desperta para a esfera da existência. Em vez de conformar o real, dá lugar à existência de novas sensações, gestos e comportamentos. Já não é o real que se descreve mas a vida e a capacidade de qualquer um. A ficção literária constrói assim uma coexistência de experiências sensoriais onde ganha forma a ligação universal de experiências liberta de todo e qualquer enredo casual e onde se afirma a possibilidade de outras formas e expressões. Contudo, é a disjunção estética e a disjunção entre o saber e o agir, entre o fazer e o ser, que separa a literatura da política enquanto processo onde a questão da igualdade e da democracia se torna premente.
About the author
Jacques RANCIÈRE (n. 1940) Professor emérito da Universidade de Paris VIII, onde leccionou estética e política. Entre as suas obras destaca-se O Mestre Ignorante. Cinco lições sobre a emancipação intelectual (1987, tr. pt. 2010). Nas Margens da Política (1990) lança as bases da sua filosofia política que subsequentemente desenvolverá em O Desentendimento. Política e filosofia (1995, tr. pt. 1996). Já as concisas e penetrantes observações em relação ao entrelaçamento entre estética e política serão desenvolvidas em Estética e Política. A partilha do sensível (2000, tr. pt. 2010). Deste autor, há ainda diversas obras traduzidas sobre cinema, fotografia e demais artes.
Thanks for submitting a review!

Your review will need to be approved by the author before being posted.

See Inside
Front Cover

Loading book cover...

Book Image Not Available Book Image Not Available
Session Expiration WarningYour session is due to expire.

Your online session is due to expire shortly.
Would you like to extend your session and remain logged in?

Session Expired

Your session has expired.We're sorry, but your online session has expired.
Please log back into your account to continue.